segunda-feira, 30 de abril de 2012

Dia do Trabalhador

Bom dia! Amanhã comemoraremos o Dia do Trabalhador!

E nós da Dança acabamos de comemorar o Dia Internacional da Dança.

Eu gostaria que essas datas importantes fossem para relembrar a luta de pessoas que não tinham direitos trabalhistas e chamar a atenção dos profissionais da Dança para resguardarem seus direitos. 

Quantos de nós já ouvimos: " Nem sabia que tinha Faculdade de Dança", " Aqui só contratamos professores formados em Educação Física para dar aulas de Dança" ( geralmente em Escola particular), " Você não tem direito a Contrato porque é autônomo", " Mas Dança é Arte?", " Você ganha dinheiro com isso?" E por ai vai. 

Esses absurdos acontecem pela precariedade de informação, pela falta de educação sobre a nossa profissão. Sim, nós temos direitos e temos que fazer esses direitos serem reconhecidos. E somos nós que devemos informar e fazer valer esses direitos. Portanto:

  • Estudem, pesquisem, corra atrás para se aprimorar. Nosso mercado de trabalho não está bom, estudando abriremos novas possibilidades;
  • Cobre pelo seu trabalho. Nós temos a direito a cachê e a um salário digno;
  • Vamos lutar por Contrato de Trabalho por prestação de Serviço, caso seja autônomo, ou Carteira Assinada. Ainda tem muita empresa que faz vista grossa  a esses direitos;   
  • Pesquise sobre valores de hora/aula;
  • Lute. Não desista. Crie mercado se for preciso;


Aqui tem dois Links para informação: O primeiro é só para conhecer um pouco do Dia do trabalhador; o segundo, a autora fala um pouco sobre as leis para os profissionais de Dança.

Boa tarde a todos!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 29 de abril de 2012


Milagres da Vida!


Este post é bem pessoal. Milagres acontecem mesmo e estou particularmente muito feliz.
família é um bem que deve ser valorizado a cada dia. Existem conflitos, brigas, intrigas como em toda relação humana.

Nos dois núcleos familiares ( da minha mãe e do meu pai) aconteceram coisas tristes e boas. Mas hoje quero falar dos milagres. Reencontros de tios avós que estavam a pelo menos 40 anos desaparecidos ( sem contato completamente) e, por conta dos meandros da vida, desde o ano passado estamos nos encontrando.

Só tenho a agradecer a Deus por este milagre! Que delicia! 

A Montanha

Roberto Carlos

 

Eu vou seguir uma luz lá no alto eu vou ouvir
Uma voz que me chama eu vou subir
A montanha e ficar bem mais perto de Deus e rezar
Eu vou gritar para o mundo me ouvir e acompanhar
Toda minha escalada e ajudar
A mostrar como é o meu grito de amor e de fé
Eu vou pedir que as estrelas não parem de brilhar
E as crianças não deixem de sorrir
E que os homens jamais se esqueçam de agradecer
Por isso eu digo: Obrigado Senhor por mais um dia
Obrigado senhor que eu posso ver
Que seria de mim sem a fé que eu tenho em Voce
Por
mais que eu sofra, Obrigado Senhor mesmo que eu chore
Obrigado Senhor por eu saber
Que tudo isso me mostra o caminho que leva a Voce
Mais uma vez Obrigado Senhor por outro dia
Obrigado Senhor que o sol nasceu
Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor
Por isso eu digo: Obrigado Senhor pelas estrelas
Obrigado Senhor pelo sorriso
Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor
Mais uma vez
Obrigado Senhor por um novo dia
Obrigado Senhor pela esperança
Obrigado Senhor agradeço Obrigado Senhor
Por isso eu digo: Obrigado Senhor pelo sorriso
Obrigado Senhor pelo perdão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 28 de abril de 2012

Apresentação de Dança


Apresentação de Dança

 Pois é queridos, vamos estrear na Semana Cultural da FPA. E você está mais que convidado!


"Lembranças do ORIENTE ao Ocidente"                                                    

Espetáculo concebido pelas alunas do 5º semestre do curso de                                        
Licenciatura em Dança da Faculdade Paulista de Artes. 

“Lembrança, episódio que se apresenta em um dado momento na 
memória,    nostálgica  e  ao  mesmo   tempo   suave,  de  pessoas, 
coisas e experiências vividas, acompanhada do desejo de tornar 
a vê-las ou vivê-las.”

Ficha Técnica                                                                           
Direção Geral e Artística: Silvia Gaspar 
Participação Especial: Marquinhos                                                        
Som, Iluminação e Cenografia: Ítalo Rodrigues 
Produção: Ana   Isabel   Freitas/Agatha  Salena/   Cintia Aniceto/Juliana Della Rosa/ Keli Souza/ Marcela Tôrres / Natalia Muniz /Nuria Roig / Silvia Gaspar /Thais Terci/ Thaisa Reis / Thalita Barbosa/ Verônica Santiago




Dia 7/5/12 ás 19:30
Teatro Ruth Escobar
Rua dos Ingleses, 209 Bela Vista São Paulo


                                                                                                 
                                                                                               
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Dança Contemporânea ( parte 2)



No post anterior, vislumbramos um pouco da História da Dança Cênica. Vamos continuar com mais alguns elementos para reflexões e possíveis esclarecimentos. 

 E o público?

 Pois é, o público ( e me incluo nisso,pois muitas vezes acho estranho o que vejo) ainda está acostumado a ver uma Arte decorativa, somos ensinados assim, portanto esperamos por isso. As pessoas ainda se incomodam com uma arte que possam tirá-los da cadeira, ou fazê-los por alguns minutos ( alguns minutos viram anos) terem dúvidas do que estão vendo.
Li um texto muito interessante chamado “Quem tem medo da Arte Contemporânea?” de Luciana Veras.
Este texto baseou-se no livro, realizado através de uma oficina em Recife, escrito pelo curador e critico de Arte Fernando Cocchiarale e também, com a participação de vários historiadores e pesquisadores de correntes artísticas contemporânea para falar de... Medo do Contemporâneo.

  Segundo o texto a Arte Contemporânea causa medo, porque estamos acostumados a ver a Arte desassociada da vida (pense no Ballet Clássico como exemplo), porque o espectador vê suas convenções, conceito de beleza, expectativas toda do avesso. Argumenta que por muitos anos a arte foi vista assim mesmo, porém depois da guerra, o mundo perdeu a inocência” (Pense no mundo como estava e nas Propostas do Movimento Modernista).

A arte Contemporânea, e aqui podemos dizer com toda liberdade: A Dança Contemporânea é realizada nos dias atuais com todos os recursos disponíveis, sensações e vivencias do nosso tempo e esse conceito surgiu por volta dos anos 60, quando a Arte Moderna se esgota. Mas (pasmem), nem toda obra feita na contemporaneidade é contemporânea. (!) O Moderno e o Clássico ainda estão muito próximos dos nossos pensamentos e concepções de Dança ( e de outras Artes também).

Contemporâneo é a Arte que problematiza o mundo que vivemos, como diz no texto “que se impõe como alternativa”, “uma produção que busca uma invenção do mundo que o cerca”.

Muitos que estudam o Contemporâneo ou assistem qualquer coisa relacionado ao Contemporâneo tem a sensação que a obra não foi concluída,  isso porque, segundo diz o texto, “O importante não é a linguagem é a forma de operar”. È o eclético, a “Multiplicidade de expressões”.

“Contemporâneo é o diálogo espírito de uma época” adorei essa frase! È importante que o expectador não procure entender a obra, porque o artista não procura que a obra seja entendida, e sim sentida.

Toda Arte Contemporâneo é um conceito, um pensamento, onde se utiliza de diálogo com outros meios artísticos (ou não) para fazer uma obra.

 Quando falamos de contemporâneo, estamos falando de um pensamento maior e complexo, não somente de um estilo. È o reflexo de nossa sociedade, múltipla, acelerada, confusa, híbrida. È uma linguagem com múltiplos sentidos. ( vc assiste e pode interpretar muita coisa)

Quem vai dizer com precisão sobre a Arte Contemporânea serão outros, os que virão depois de nós. Nós que estamos vivenciando esse processo não podemos dizer nada com muita clareza, são apenas elementos para discussão.

Ainda restam muitas dúvidas? Normal. As pessoas esperam que possamos responder de uma maneira objetiva porque estudamos isso ou aquilo.Por não estar finalizado ou esgotado, não podemos fechar um conceito definitivo para este conceito atual ( que começa mais ou menos na década de 60. Só para lembrar!)

Como na Arte Moderna, no Contemporâneo existem várias correntes. E as aulas sempre são uma mistura de conceitos e técnicas, juntamente com a pesquisa corporal do professor/interprete.

Fui Clara? "To te confundindo para te esclarecer" como diz a música da Zélia Duncan

Deixe sua opinião para discutir o assunto!


Consulta: 
"Quem tem medo da Arte Contemporânea?" Luciana Veras
foto: Merce Cunningham

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Dança Contemporânea (parte 1)





                              

Olá td bem? Muita gente pergunta sobre o que é Dança Contemporânea. Como estamos no período Contemporâneo, ainda é um pouco difícil responder. Após muitas reflexões/discussões nas aulas, com leituras, observações, constatações e vivência pessoal, tentarei elucidar de uma maneira popular e de fácil compreensão.
È importante conhecer um pouco de história da Dança. As Danças citadas aqui fazem parte da Dança Cênica. Peço desculpas desde já por pular muitas informações, pois tentarei Ser breve. 
O que está escrevo aqui são reflexões, não está fechado.

               Resumidíssima História da Dança Cênica
 (retirando toda a história das outras Danças e origens pré-históricas)

  Por volta de 1400 d.C., na Europa, a Dança, o Teatro, números Circenses, Música e outras formas Artísticas faziam parte do mesmo espetáculo. Tudo era integrado. Geralmente esses espetáculos eram realizados nos Palácios Reais em festas, jantares ou casamentos Reais. E também em feiras onde a população podia apreciar os Artistas de Rua.

As apresentações Reais eram baseadas em histórias Mitológicas, para ser uma diversão aos convidados do Rei. Nasciam as bases da Dança Cênica. A primeira delas, o Ballet Clássico.

 Vendo que a Dança poderia manifestar-se sozinha, Noverre propôs um tipo de apresentação de Dança onde não havia mímica ou texto para justificar a dança. Muitos foram os Mestres de Ballet que inovaram com roupas, tipos de espetáculos, coreografias e aprimoraram a técnica. Essas histórias eram contos mitológicos ou lendas, distanciando o público de histórias reais.

E assim foi por muitos anos. O ballet Clássico tirou a humanidade da dança. Tornando-se uma dança decorativa, apreciativa. Os tempos mudaram e a dança não acompanhava o processo do homem e da sociedade.

No final do século XIX surgiram os alguns Dançarinos, que chamamos de Dançarinos Modernos (Pesquisadores), que queriam Dançar com liberdade, representar o sofrimento humano, dançar a alma humana, representar a natureza, a precursora dessa Dança foi Isadora Duncan. Depois vieram Ruth Saint Denis, Martha Graham, José Limón, Laban entre outros. Cada um com a sua pesquisa cênica, expressiva e inovadora. A Dança passa a ser Propositora e não apenas Decorativa.

Após as Guerras, o mundo mudou muito e alguns filhos Modernos, não queriam que a dança representasse apenas histórias e (ai sim podemos dizer  histórias e seus personagens), mas dançar o cotidiano, com roupas comuns, negar o espetáculo, ser critico. E neste período nasce a Dança Contemporânea (ou Dança Pós Moderna como ainda é Chamada). Sendo crítica, provocadora, eclética, não tendo gênero (feminino ou masculino). Coloca o homem, a sociedade e as dificuldades do homem atual, nua e crua na cena. 
Uma das características da Dança Contemporânea é a falta de Narrativa ( sim há espetáculos que tem narrativa). O importante é o processo. A construção de algo que poderemos chamar de obra.

Espero ter contribuído para esclarecer algumas dúvidas. Continuo no próximo post. 



Consulta:
"Pequena História da Dança" Antônio José Faro
"História da Dança" Maribel Portinari
foto: Isadora Duncan 
         
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 26 de abril de 2012


Dia 29 de Abril! Dia Internacional da Dança


Boa noite!!! Pois é temos o dia da Dança: 29 de Abril e está chegando...


Não gosto muito dessas frases melosas recheado de "flores e amores", como acontece no dia Internacional da Mulher.


Na minha opinião, esse dia é para conscientizar sobre a importância dessa Arte para a Raça Humana.


 A Dança conta a História de um povo, a cultura, suas crenças, maneiras e gestos de uma sociedade, que são/estão impressas  nos corpos das pessoas.


Encontrei esse Link que conta um pouco sobre essa data e algumas opiniões de Artistas da Dança.



http://www.conectedance.com.br/materia.php?id=97

Boa Sexta-feira! No Sábado tem mais! Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 22 de abril de 2012

Montar aulas

Montar aulas... pois é meus queridos, quem diria. Em pleno domingão todos os professores se vêem numa tarefa que pouca gente conhece.

A maioria das pessoas acham que professor chega, fala um monte de coisa, exige execícios, provas e atividades. Esquece que o professor precisa pesquisar para montar sua aula. Que seja na dança ou nas atividades formais, lá estaremos com um monte de livro, vídeo, textos,músicas para fazer com que aquele momento seja prazeroso para todos. E que circule a informação e aprendizagem.

Aqui, montando as sequencias da semana e organizando as músicas. Definindo o que precisa ser repetido ou não me vejo numa pausa para comentar sobre esse processo. ( desculpe o gerúndio).

È importante chegar na aula e saber o que será trabalhado naquele período. Sempre divido o conteúdo em Dois meses. Coisas novas e repetidas. Para que os alunos possam aprender e desenvolver a técnica. Minha professora de Prática de ensino diz que devemos ter sempre uma aula diferente. Em Dança isso é possível? Creio que não. Sempre que chego com sequencias diferentes, percebo que meus alunos precisam de mais um pouco de tempo para apreenderem a outra sequencia dada na aula anterior.

Meu processo é mais ou menos assim ( ai depende do Estilo também)

  •  aquecimento;
  •  alongamento;
  • Passamos para os exercícios de Repertório ( ai depende do estilo de Dança);
  • Uma experimentação dos movimentos ( Improvisação);
  • Monta-se uma Dança;
  • E exercícios de flexibilidade ( também depende da aula);
Como trabalho com conteúdos diferentes ( de Ballet, Contemporâneo e a Minha pesquisa) e faixa etária diferente, tenho meu caderno de Anotações para não me perder. Escrevo parte das sequencias e anoto as músicas, escuto os CDs ( para não dar problema).

Isso da muito trabalho. Mas é melhor assim do que chegar na sala de aula e não saber nada. 

Profissional organizado vale muito!!

 Boa semana!







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 21 de abril de 2012

Registro das Atividades





  Olá, como vai?

  Esta semana passei uns videos de Ballet para as minhas alunas.

 Costumo passar videos depois do primeiro mês de aula, para que elas não fiquem presas nas imagens. Prefiro que experimentem, degustem e depois assistam.

 A maioria das crianças desse Projeto Público de Oficina de Ballet, nunca fizeram ou assistiram a qualquer Espetáculo de Dança.

 Para elas a referencia da Bailarina é a Barbie em suas versões de "O Lago dos Cisnes" ou "O Quebra Nozes". 


  Porém, eu costumo passar 3 Ballets, todas de produção Russa: 


  • "Spartacus": Dançado pelo Bolshoi, é um Ballet de Aram Khachaturian coreografia de Yuri Grigorovich na produção de 1968. Passo este Ballet para que as meninas possam ver que Ballet é coisa de Homem sim. Elas ficam um pouco desconfiadas, pois de Ballet Romântico não tem nada. È um Ballet forte. Totalmente diferente do que estão acostumadas a ver nos Videos da Barbie.

  • "Petrushka": Coreografia de Michel Fokine. Elas ficam encantadas com a diversidade de cores e com a história dos 3 Bonecos de feira. Gosto de passar este Ballet, para mostrar outras figuras dançantes, o virtuosismo em contraste com o palhacinho desajeitado e o Mouro quadradinho.

  • "O Pássaro de Fogo": Coreografia de Michel Fokine. Elas não desgrudam os olhos da TV, tamanho é o interesse pela história.Gostam de ver o príncipe, o bruxo, a bailarina representando o pássaro de fogo, as princesas, os bichos. Sempre comentam que este Ballet é "muito interessante". 


Após a exibição, pergunto como foi e tudo chama a atenção: o Teatro, o cenário, as cores a roupa, a história... e claro, a Dança. Depois dos comentários, elas fazem o registro da atividade.

 Considero riquíssimo toda a conversa e todo o material produzido por elas. O desenho é uma maneira maravilhosa da  criança  se expressar. 

Gosto de criar painéis, tirar fotos, inventar mil possibilidades para fazer a interdisciplinaridade das linguagens. Dançar, assistir, refletir, registrar e compartilhar.

 Fica a Dica. Boa tarde!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 15 de abril de 2012

"A Importância de uma boa infra-estrutura para o ensino da Danç


"A Importância de uma boa infra-estrutura para o ensino da Dança na escola Pública"

Este texto, escrevi na aula de Politicas Educacionais com o Prof. Sérgio Malacrida! Comentávamos sobre a História do Ensino das Artes na Escola Pública.
   Fala-se muito hoje sobre a importância do ensino da Arte na Escola Pública. Percebe-se que ao longo da Historia Educacional Nacional, a Arte foi vista de muitas maneiras. Contudo, é importante pensar na formação do professor de Dança e prepará-lo para a realidade da profissão. Muito se fala sobre a Dança na Escola, sua função, mas a escola esta preparada para receber essa disciplina?

   Quando estudamos Dança – qualquer estilo de Dança- estuda-se na melhor (ou não) Escola ou Academia de Dança. As salas têm um piso amadeirado com linólio, espelho, todo o espaço é voltado para o ensino daquela arte. Com fotos de apresentações, esculturas com movimentos de Dança, adereços e assim por diante. Neste ambiente, a Dança esta viva e todos têm algum respeito por esta Arte.

   Geralmente, aprende-se e aprimora-se a técnica. Alguns vão para o Ensino da Dança e já começam despreparados, pois ainda são poucas as Escolas que formam seus alunos para o Ensino da Dança. Alguns alunos vão para lugares conhecidos de seu ambiente, outras academias; outros vão para as Oficinas oferecidas por prefeituras, ou escolas particulares.

   Focando no espaço da Escola publica as aulas acontecem na quadra, pátio ou na sala de aula com as cadeiras no canto da sala. Esse inicio causa um choque no aluno ( e agora professor) que sempre teve uma boa infra-estrutura para estudar. Logo de inicio, todos os recursos precisam de adaptações. As vezes o radio não funciona, o numero de alunos é muito grande para o espaço, a escola pede um certo “estilo” e nada para oferecer quanto a espaço físico.

   Hoje começa uma correria para contratar professores de música, mas para contratar professores de Dança é preciso organizar o espaço físico primeiro dessa escola antes desse professor chegar. A política publica já pensou nisso?E esse espaço ficará impessoal como são as salas de aula atualmente?

    No texto há uma passagem que fala sobre a inclusão da imagem na Década de 80. Ora, a imagem fica num determinado espaço físico ( papel ou tela) a escola não precisa mudar seu espaço físico para que a imagem fique ali. Para o ensino da música, a escola não precisa mudar o espaço físico da sala de aula comum, mas para o ensino da Dança e também para o teatro é necessário um espaço físico considerável para que as aulas aconteçam com um mínimo de qualidade.

    Um aluno de Dança não quer estudar num espaço inadequado, por exemplo, num piso com buracos, sujo ou apertado. Então é preciso que o local seja limpo, acolhedor e que ali ele possa se movimentar com liberdade.

    As Escolas de Dança e até mesmo as academias, precisam incluir no seu programa de aulas essa preparação didático-reflexiva para o aluno de nível avançado. As academias e Escolas de Dança, não podem somente se preocupar com o bom desenvolvimento técnico desse aluno, formando-o para dançar em companhias e festivais, pois muitos desses alunos vão encontrar uma realidade complicada da profissão. Mesmo que ele não vá para uma escola publica, mas muitos equipamentos públicos como centros educacionais ou espaço comunitário, não há um espaço totalmente adequado para essas aulas. Não são em todos os lugares, mas espaços ruins existem! E o professor de Dança precisa estar preparado para adaptar-se a essa realidade.
   
   

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 14 de abril de 2012

Sustentabilidade


Nessa semana fiz um Projeto como atividade na faculdade. Descobri esse Instituto que orienta sobre o óleo de Cozinha. 


Vale a pena conferir gente!


http://www.triangulo.org.br/





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quando o desânimo impede o movimento

Quando o desânimo impede o movimento

Nessa semana, na aula de contemporâneo, o pessoal abriu o coração para a professora dizendo que estavam desanimados com o Curso, com a Carreira e mais um monte de coisa.

Ela ficou um pouco estarrecida com as explicações do pessoal e disse que todo trabalho é muito duro, que estamos acostumados a ver a glória dos outros e achar que os outros não trabalham. Reconhece que nosso mercado de trabalho é horrível, que seremos nós a abrir e fazer novas vagas.

Acredito que todo estudante de Artes passe por uma situação semelhante. Eu mesma estudei Técnico em Biblioteconomia caso não desse certo a minha carreira.Mas lutei para trabalhar com Dança e continuo lutando para conseguir as coisas. E dá certo!

 Com a Dança consegui viajar ( para Votorantim,Santos e Rio Grande do Sul), pagar minha faculdade e outras contas.O que não podemos é deixar que os outros nos deixe para baixo porque eles não acreditam nesse caminho. ( Quantas pessoas me perguntam quando eu vou parar, se isso da dinheiro, que faço isso porque sou filha única. Quantos namorados, noivos ou paqueras me desestimularam, quantos deixaram de investir emocionalmente em mim...) Alguém precisa ser bem ousado e trilhar por caminhos ainda não conhecidos. E ás vezes, somos nós que precisamos mostrar que o caminho existe.Que é totalmente possível. Mas é preciso trabalho, dedicação, estudo, fé, procurar as melhores oportunidades, manter contatos e fazer um trabalho sério.

Acho péssimo alguém dizer que estudamos Dança por que alguém banca ou que teremos que casar com um homem rico para sobreviver. Isso desmerece todo o trabalho que fazemos a cada dia. Eu fazia artesanato para pagar minhas aulas na fundação ( se faltasse dinheiro é que minha mãe completava).E hoje existem Escolas públicas muito boas para se profissionalizar.

Por isso é importante estudar para que se possa abrir portas ( ou segundo minha professora "criar mercado"), fazer um exame interior e saber o quanto você está disposto a investir nisso. E não pense que outra carreira será mais fácil, você será cobrado do mesmo jeito.

Eu gostaria com esse post mostrar que é possível. Fácil não é, pois temos que conquistar muitos direitos ainda e fazer esses direitos serem reconhecidos. Mas desistir? Jamais! Lute Sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Olá minha gente!!Essa semana está bem corrida... Amanhã tem post novo!

Ah, Já etá disponivel a programação da Virada Cultural!! Confira!

http://www.viradacultural.org/programacao

Amanhã tem mais!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 7 de abril de 2012

Desejo a todos uma boa Páscoa!

Desejo a todos uma boa Páscoa!


Eu louvo a Dança
Santo Agostinho

Eu louvo a dança, pois ela liberta o ser humano
do peso das coisas - une o solitário à comunidade.
Eu louvo a dança, que tudo pede e
tudo promove; saúde, mente clara
e uma alma alada.
Dança é a transformação do espaço, do tempo e
do ser humano, este constantemente em perigo
de fragmentar-se, tornando-se somente
cérebro, vontade ou sofrimento.
A dança, ao contrário, pede o homem inteiro,
ancorado no seu centro.
A dança pede o homem liberto, vibrando
em equilíbrio com todas as forças!
Eu louvo a dança!
Ser humano, aprenda a dançar!
Senão os anjos do céu não saberão
o que fazer de você.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 6 de abril de 2012

CONCURSO INTERESSANTE


Quando estava com o meu pé engessado, assisti ao Programa Mulheres e vi o Oswaldo Montenegro falando  sobre este concurso!


Muito interessante! Confira o regulamento:

http://www.oswaldomontenegro.com.br/concurso/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Faculdade de Dança




  Hoje no Brasil, existem muitas Faculdades de Dança, não sendo mais necessário um bailarino procurar uma faculdade de Educação Física para estudar o corpo e se especializar. O Curso Superior em Dança pode ser Bacharelado ou Licenciatura. A duração do curso é de 4 ou 3 anos. Com uma licenciatura, é possível fazer concurso público para dar aulas em Escolas públicas (só para citar um exemplo). 

  Sim, em Lei é obrigatório ter um profissional de Dança na escola, mas sabemos na prática que essa não é realidade na maioria das escolas brasileiras. 

  Com espanto, muita gente responde que não sabia da existência de um curso superior em Dança, e creio que essa seja a primeira informação que nós, profissionais de Dança e Estudantes desse Curso, temos que passar para as pessoas. 

 A primeira questão para novos alunos do Curso Superior em Dança, é que as aulas não são como nas academias de Dança. È preciso aprofundar-se em História da Arte, História da Dança, saber escrever, pesquisar e estudar muita teoria, além de dançar. Entender conceitos de épocas diferentes e filosofias do corpo. Estudar o funcionamento do movimento, anatomicamente, psicomotor, e não somente a técnica (isso faz-se na academia). Estudo Cênico da dança, teatro, música, interpretação, composição, comunicação entre outras. 

 As técnicas de Dança são voltadas para a Dança Cênica – Ballet Clássico, Moderno e Contemporâneo, Dança Educativa, Dança Afro-brasileira. Pelo, menos na Faculdade que estudo, há na nova grade, Dança a Caráter, Danças Urbanas e Dança de Salão. 

 As pessoas que procuram a faculdade são dançarinos ou leigos. Configurando uma turma mista. Diferente da academia, onde as pessoas são dividas por estilos de dança e seus respectivos níveis técnicos. 

  Na academia, não há uma integração técnica, na faculdade você terá uma integração – quer goste ou não- pois sempre terá alguém na turma que trás outra referência de dança. Alimentando calorosas discussões. O Aprendizado dá-se no conflito! 

 Como toda graduação, o estudo científico é fundamental. Não adianta saber montar uma aula ou dançar muito bem, é preciso entender e estudar a origem das coisas. Ter algum autor que te inspire, que te justifique.
  È preciso argumentar suas escolhas, no palco ou na sala de aula. Acostumar-se a ler Artigo Científico, Monografias, Teses e muitos livros, e entendendo que livro sobre dança são difíceis de encontrar.  

O bom da graduação é que abre-se o leque de possibilidades sobre a profissão. Além do já conhecido Dançarino (de Cia ou Solista), professor de dança, coreógrafo, pode-se ser: pesquisador em dança, tradutor especialista de livros de Dança, escritor de dança, diretor artístico, preparador corporal entre outros.

 O estudo aprofundado na Área é o que diferencia o profissional no mercado de trabalho. Somente com informação e formação é que conquistaremos respeito e poderemos buscar políticas públicas que beneficiem nossa profissão na sociedade.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 1 de abril de 2012

Dicas


Para quem tem mãe que curte o Roberto Carlos como a minha, assistam:


"As Canções que você dançou pra mim"

http://www.cidadedesaopaulo.com/sp/br/espetaculos-de-danca/2840-as-cancoes-que-voce-dancou-pra-mim

Sesc Pompéia e Belenzinho! 




Também vale a pena conferir essa Revista. Inés Bogéa é uma das Consultoras.


http://www.revistadedanca.com.br

Bjo e Boa Semana! Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores

#MeuDiárioFeminino (1) 1° seminário internacional de dança (1) 2015 (1) Agradecimento (2) alguns nomes da dança contemporânea (1) alunos (2) Amigos da ribalta (2) aniversário! (1) Ano Novo (1) apresentação (14) apresentação de trabalho (3) arteterapia (1) assédio moral (1) atualidade (1) aula aberta (2) aula semanal (2) aviso geral (1) bailarina de férias (1) Ballet Cinderella (1) Ballet Clássico (1) Ballet Stagium (1) benefícios da dança (7) Biblioteca Vila Floresta (1) Bienal Ibirapuera (1) Boas festas (1) Brasil! (1) cachê (1) camisetas do curso (1) campanha (2) cata preta (1) cavaleiros do zodíaco (2) cesas (15) Cia Artística Afro Sol (1) ciclos da vida (3) cinema (1) citação (1) coluna do blog (3) Coluna Ensaios (6) Coluna Registro de Atividade (9) comerciais (1) como usar (1) compartilhar (2) comportamento (1) concurso 2014 (1) conhecendo a blogueira (1) contato (7) Copa das confederações (1) coreografias (3) crianças (1) criatividade (1) critica (1) Curso (3) Curso de Dança e Feminilidade (20) curso on-line (1) Cursos 2014 (3) dança (4) dança contemporânea (9) dança conteporânea (1) Dança e Feminilidade (17) Dança Moderna (1) dança na TV (1) data comemorativa (9) data do Lançamento do livro e vernissage (4) datas (1) desafio Méliuz Startup (3) desânimo (1) Despedida (1) Deusa Afrodite (1) dia do bailarino (1) dia dos pais (1) dia dos professores (1) Dia Internacional da Dança (1) dia mundial da dança (1) dificuldades (1) dilemas da profissão (4) Ditadura Militar (1) divulgação (40) dúvidas sobre o vale dança (1) eleições 2014 (3) engraçado (1) Ensaios (3) ensino (1) escola (1) Espaço Shanti (2) Eu Louvo a Dança (1) evento (4) eventos (1) facebook (1) faculdade de dança (4) (1) feira de artesanato (2) FELIZ PÁSCOA (1) feminilidade (1) feminino (1) filme (2) filme de dança (1) final de módulo (1) foto (2) fotos (22) frases engraçadas (1) gosto (1) grupos de dança (2) heroínas (1) história (9) Homenagem (1) HOMENAGEM AO CHAVES (1) homens na dança (1) humor (1) I Workshop de Contemporâneo 2014 (1) II sorteio do blog 2014 (1) III Festival do Livro e leitura de Diadema 2014 (1) impressões (12) In memoriam (1) infra-estrutura (1) inicio de aulas (5) inicio de novo módulo 2014 (1) Inscrições Abertas (1) inspiração (1) leis dos profissionais de dança (1) leitura (2) lembranças (10) link de videos (1) livro (9) livros e filmes (7) manifestação dos bailarinos (1) Manifestação em São Paulo (2) máscaras (1) mercado de trabalho (9) momentos históricos (1) Movimento (1) novidades pessoais (7) novos horários (1) o que é dança? (1) Oficina (3) oficina de ballet (16) onde comprar (1) opinião (4) oportunidades (5) pagamento (2) palco (1) palcos (1) palestra (4) Palestra Dançar a Vida em Santo André (1) Papa no Brasil (1) parceiros do blog (1) páscoa (1) PCN de Dança (1) pensamentos (29) Pesquisa (4) Pós-Graduação em Arteterapia (3) Pré-inscrição de Dança e Feminilidade (1) produtos (1) profissionais de dança (1) Projetos (2) promoção do Blog (1) promoção do Blog 2014 (1) Pronunciamento da Dilma (1) Propagandas com dança (1) próximos eventos (5) público (1) recados (7) reflexão (25) registro (3) registro de atividade (14) regulamento (1) Repertório (1) reportagem da Globo sobre a dança (1) Repúdio ao CONFEF (1) Respondendo uma Tag (1) resultado da promoção do blog 2014 (1) resultado do sorteio de dezembro 2014 (1) resultados (2) retrospectiva 2013 (1) Revelando São Paulo 2013 (1) Roda das Deusas (2) rolezinho (1) sala de aula (1) Santo Agostinho (1) saúde (1) série (3) setembro 2014 (2) site pessoal (1) sobre as manifestações (2) sobre o blog (1) tcc (2) teatro (1) temas (1) trabalho (22) trabalho remunerado (3) trabalhos (1) tráfico de pessoas (1) uniforme (1) vale dança (1) versões (1) vídeos (1) vila linda (1) Violência doméstica (1) Vitória do Brasil (1) Vivência de Dança e feminilidade:Eu-Mulher 2014 (2) Workshop (4)