domingo, 26 de maio de 2013

A HISTÓRIA DE UMA COREOGRAFIA parte 2

Apresentação dos cesas
Ano: 2006
Tema: Africanidades
Nome da coreografia: Meu Carimbó



Essa foi uma das primeiras coreografias que montei para crianças. Essa turma era muito grande, com crianças de 5 á 6 anos no Vila Sá. Deu muito trabalho montar essa coreografia...

O tema daquele ano era "Africanidades"( Complexo,né?). Eu com o Ballet precisava montar algo... mas o quê? São culturas totalmente opostas: o Ballet é das terras geladas de cultura branca, por outro lado, africanidades, de origem quente, terra... cultura negra. Infelizmente, alguns organizadores de projetos não sabem a diferença da essência daquilo que oferecem, àquilo que exigem para apresentar. Enfim... depois de muito pensar, resolvi que montaria sobre Cultura Brasileira.

Escolhi para essa turma o Carimbó com uma música do Zeca Baleiro. Fiz uma mistura de Ballet, Carimbó e Lambada... montei o "Meu Carimbó".

Durante a montagem as mães começaram a enfezar: não gostaram do tema,nem da roupa. Escolhi o figurino que se adequava ao que tinha montado: collant ( referência do Ballet) e saia de chita longa e bem rodada (referência do carimbó). Nossa ouvi de tudo... " Isso não tem nada haver com Ballet" (não tem mesmo mas eu precisava trabalhar,né? ) outra falou: "As meninas vão parecer umas maria-mijona com essa saia" ( ué, como se saia de tule longa combinasse com crianças...hahaha)

Durante todo o processo elas reclamaram (não diretamente comigo, mas para a coordenadora do local). Levei uma imagem da saia tradicional para elas verem que era bonita... mas quem convenceria que aquela saia era bonita, se as pessoas estão condicionadas com outro tipo de beleza? Quem vai achar bonito aquilo que sempre achou feio e pobre? ( Depois dizem que não tem preconceito...).

A coordenadora do local me deixava livre para trabalhar como  quisesse. Confesso que pouco ouvia mesmo. Nessas horas não sou mais a professora de dança, me transformo na coreógrafa e meu sangue criativo borbulha....

Os ensaios foram puxados,mesmo as crianças sendo brasileiras, não estavam acostumadas com esse ritmo em casa. Algumas reclamavam, mas eram muito dedicadas.

No dia da apresentação,no Teatro Municipal de Santo André, todas foram e estavam muito felizes. Ao chegar lá o diretor artístico (naquela época tinha) disse: " Verônica, talvez o pessoal da educação implique com o trecho da música ' cachaça,semba,viola,amarela,gaita,fumo e muié' porque são crianças,né?" Fiquei tensa... já pensou ser censurada depois de tanto trabalho? E ser censurada por causa de letra de música? (Em 2006 eu não lembro qual era a música que ouviam, mas não era nada santo... que irônia essa situação...). Bom, respondi que era assim que as pessoas falavam... regionalismo... ele me tranquilizou e disse que qualquer coisa ele falaria por mim. Fiquei aliviada....

Na hora do ensaio de palco não saiu bom e eu não pude arrumar porque me tiraram do palco para que outra professora ensaiasse. Fiquei tensa 2 vezes!!! E se fosse tudo pro brejo??? Precisei confiar nas crianças... não só nas crianças, mas confiar no trabalho que fiz com elas.

No camarim elas estavam muito animadas, as mães levaram uma bolsa cheia de comida... aí, uma mãe me chamou de canto e disse: "Está vendo a fulana? acabou de perder o pai por overdose". Nossa............ como fiquei tocada....Ela poderia estar no velório com a família, mas estava la no teatro... tristinha, mas estava. A mãe ( não era a mãe dela, era outra mãe) me disse que ela não queria faltar, que fez questão de ir, não deixaria as amigas sozinhas, pois sabia que as amigas sentiriam falta dela...

Impressionante!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Quantos adultos tem essa maturidade? Procurei ficar perto e as meninas não a deixavam sozinha, toda hora chamavam para brincar ou ficavam conversando com ela. Aí chegou a hora. Arrumei as meninas na coxia,desejei boa sorte e foi... Lembro até hoje da carinha delas, todas sorrindo, com alegria, com muuuuuuita energia, platéia gritando (tipico de lá) e uma luz que eu não tinha planejado de repente estava lá...  As coisas se encaixaram de um jeito animador!!! Até os errinhos ficaram bonitinhos... Crianças seguras do que faziam e muito felizes. Foi demais!!! Quando saíram do palco abracei todas... tinha dado tudo certo.

Passou os dias e quando fui para a aula, assim que pisei na secretaria, a secretária levantou da cadeira de braços abertos e disse: "Verônica, parabéns! As crianças estavam lindas! As mães ligaram agradecendo tanto e a coordenadora está muito emocionada, até chorou!" Puxa fiquei tão feliz... ( mas "nóis num é" amadora né?!) kkkk

Nos dias que se passaram as meninas só queriam dançar o carimbó. Foi muito engraçado! Elas estavam elétricas!!!! E o pessoal da educação gostou muito da dança, até convidaram a turma para dançar numa reunião de professores no Centro de Formação dos Professores... Arrasaram!

... E a menina que tinha perdido o pai me contou sobre isso dias depois. Disse que o pai havia prometido ir vê-la dançar... lamentou ele não ter ido. Respondi que se ele disse que ia, então tinha ido... Nós é que não podíamos vê-lo porque ele estava em outro lugar... ela sorriu e depois foi brincar com as outras crianças...

Essa menina me ensinou tanto... Quantas vezes passamos por tristezas e temos que seguir a vida,né? Sermos responsáveis, olhar o outro, manter a palavra... quantos adultos fazem isso? Espero que a dança tenha ajudado todas elas juntamente com suas famílias e que tenham aprendido a valorizar a cultura brasileira... O que nós fazemos também é bonito!! 


* Até o próximo post!!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 23 de maio de 2013

A HISTÓRIA DE UMA COREOGRAFIA parte 1

Apresentação dos Cesas
Ano: 2011
Tema: Natal
Nome: "Então é Natal"

Algumas coreografias marcam. Muitas vezes não é a dança em si ou a roupa ou a energia de quem dança... mas a história de sua construção.

No ano de 2011, o tema foi o "Natal" nas Oficinas de Ballet em Santo André. Uma delas se chamava "Noite de Natal" onde as crianças (meninas) ganhavam presentes (no caso, bonecas).




Foi um conjunto de 3 coreografias: Na primeira, uma turma dançava as crianças, depois, a outra turma começava dentro de uma caixa (sendo bonecas) e para finalizar  todas as "crianças" dançavam com "bonecas".

Gente foi um trabalhão!!!! Imaginar é fácil... mas montar os adereços imaginados... Nem sabia por onde começar!!! Recorri ao meu amigo artista plástico José Silvério, também professor do projeto, para me ajudar pois não sabia como montar uma caixa onde as crianças pudessem sair. Ele pensou em tudo e no material que as meninas deveriam usar, pois tinha de ser leve porque são crianças... 

Ele pensou bastante e com todo carinho nos ensinou a montar esse material. Foi um dia muito corrido,mas extremamente agradável. Todos nós, juntamente com as crianças, voltamos para casa cheias de cola e papel na roupa. rsrs Esse trabalho envolveu á todos: as mães, as crianças, as mães do conselho escolar, o pessoal da secretaria, auxiliares pedagógicos... 

No decorrer do processo algumas placas sumiram (só Deus sabe como),  algumas ficaram moles... e eu não podia disponibilizar mais um dia de montagem das placas por causa dos ensaios... aí bateu o desespero! Mas... como a vida é bela com gente muito boa... Apareceram os anjos: auxiliar pedagógica, as mães do conselho, a coordenadora e a vice... todo mundo construindo esse material ( que ficou totalmente pronto mesmo, no dia da apresentação).















Foram muuuuuuuitos ensaios ( e no dia da apresentação, teve coisas que não usamos)... Esse momento foi muito especial e a apresentação foi muito linda!!! 

Registro esse momento, pois acredito que uma apresentação não envolve somente quem participa e quem monta, mas a todos que podem contribuir para que o mínimo seja possível de realizar. Para os figurinos foram muitos que colaboraram, assim como na maquiagem, no cabelo, na distribuição do lanche,  a organização do ônibus... Cada um fazendo o seu possível...

Mesmo com toda dificuldade da minha profissão... posso dizer que vale a pena!

Mais uma vez meu MUITO OBRIGADA a TODOS que ajudaram/participaram!!!!



*No próximo post eu falo de mais uma coreografia com história...
















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 18 de maio de 2013

Primeiras impressões da pós



Olá amigos dançantes!!!

Estou adorando a Pós em Arteterapia. No primeiro dia estava com muita vergonha das pessoas (não sei porque) mas agora estou mais relaxada e confiante.

Sabe o que é mais interessante? Tem muita gente diferente e apenas algumas pessoas tem vivência em dança... É muito bacana fazer o curso com pessoas de formação diferente, porque todo mundo acrescenta algo novo de acordo com sua vivência, formação e experiência de vida... Para mim, isso tem tudo haver com dança.

O "papo" não circula no mundo-dança, mundo-academia, mundo-ballet... Não que eu não goste (senão... para quê um blog?), mas o assunto é abrangente falamos de situações, pessoas, interpretações e observações... 

Também é diferente o uso da terminologia "paciente". Nossa que diferente! Sempre falei de alunos e bailarinos, coreógrafos e diretores e não de pacientes. Mas agora o termo será esse, além de  Ateliê e não Studio... rsrsrs Aí muda o olhar porque amplia-se as possibilidades ( e ainda estou falando de dança)!!!! Adorei!!!

Claro... postarei mais coisas aqui! Obrigada!!!!






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Novo ciclo



Olá amigos dançantes!!!!

Esse ano começou bem diferente do que imaginei ( sim, pensei, planejei, listei,  ritualizei)... Estou com medo? sim! Mas confio que tudo dará certo... Esse ócio trouxe a possibilidade de criar coisas novas, de resgatar assuntos que gostaria de tratar... cuidar do que tinha deixado para trás... muito positivo.

E uma das ações diferentes deste 2013 começa amanhã: a  Pós em Arteterapia.

Estou contente e apreensiva!!O que será que vem por aí,hein????
Espero que seja promissor... Desejo conhecer gente nova, interessante e pessoas com quem possa dividir assuntos... ih!!! olha eu listando de novo... melhor não!kkk  Com certeza, dividirei tudinho aqui no Blog, novos assuntos e desafios.


Meu lema continua o mesmo: 


"Farei hoje, o melhor que eu posso fazer." 
 +
"Tudo posso naquele que me fortalece."


Assim seja (assim é e assim será)!!!!!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 4 de maio de 2013

Delicada essa história de cachê...



Amigos Dançantes, td bem?


Quando alguém vai casar, prepara uma festa ou recepção pensa em todas as possibilidades para que seja agradável e que seus convidados participem de um momento maravilhoso. Pensa no Buffet ($$$$), fotos e filmagem ($$$$$), comida ($$$$$$), decoração ($$$$$), roupas ($$$), DJ ou banda ($$$)... pode até pensar em convidar um bailarino para dançar e fazer os outros dançarem não é mesmo? Aí pensa... “Com tantos gastos acho que 50 reais deve dar né?”

Nesses dias minha amiga me relatou um caso muito comum no nosso meio. Foi convidada por uma colega a se apresentar na festa dela e como tinha gasto com o Buffet não poderia pagar muito, somente... R$50,00.

Minha amiga até pensou no caso, mas aí surgiram mais restrições: ela não poderia chegar na festa muito cedo e se chegasse ficaria escondida; também não participaria nem comeria na festa e sugeriu que ela fosse de táxi até lá (ou o namorado dela fosse levar). Ah, outra coisa depois da apresentação uma aulinha para as convidadas... Os R$ 50,00 que ela pensou que sera suficiente (e acredito que não é só ela que pagaria essa soma) não dariam nem para pagar o táxi...
 Acha que é só com ela? O relato seguinte aconteceu comigo:

Fui convidada para apresentar minhas alunas na escola. Perguntei pra minha chefe se iria receber o valor da hora aula para aquela apresentação. Me respondeu que sim. Fui para a apresentação. Quando recebi meu pagamento normal, não tinha nada a mais, ao questionar sobre aquele valor eu ouvi: “Você foi convidada não tem direito a receber mais”. (mas ela disse que eu receberia...)

Surreal, né? Mas infelizmente muito comum. Quantos colegas passam por isso todos os dia? Atores,músicos... Devemos lembrar que entretenimento é o nosso trabalho. Não é a só a Cláudia Raia ou a Ana Botafogo que devem receber cachê para participarem de eventos.

 Quem ganha com essa situação? Ninguém sabe como as coisas são caras para nós... Nosso investimento começa cedo: aulas, ensaios, curso de aprimoramento... figurinos... E não acaba por aí: Sabe quanto custa participar de um festival?  Você acha que quem dança recebe alguma coisa??????Muitas bailarinas ( todos aqueles que dançam) pagam para dançar... os músicos se for ao vivo, iluminação... o patner...

 Então...depois de um tempo, se apresentar nesse tipo de evento sem receber... nem pensar! Alguns até participam para ganhar prestígio, reconhecimento, para demonstrar o seu amor a dança... Mas quem se prejudica com isso? Todos nós! Infelizmente não aprendemos a cobrar pelo serviço ( e claro, alguém ganha com isso), ficamos até constrangidos... E aí como fazer para que o dono do restaurante   (e outros) nos paguem, se nós sempre pagamos para dançar e aceitamos dançar de graça????????? Difícil,né?

Que círculo vicioso e prejudicial aos bailarinos... Bom, com o tempo  aprendi uma lição: para o empregador, convite é diferente de contrato. Agora, quando me convidam, entendo que estão me perguntando sobre orçamento... Minha postura é cobrar ( ou negociar). Tem muita gente que não gosta, já notei isso, ou nem me chamam para dançar... Mas fazer o quê? Eu sei dos meus gastos, portanto, não tenho medo...






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores

#MeuDiárioFeminino (1) 1° seminário internacional de dança (1) 2015 (1) Agradecimento (2) alguns nomes da dança contemporânea (1) alunos (2) Amigos da ribalta (2) aniversário! (1) Ano Novo (1) apresentação (14) apresentação de trabalho (3) arteterapia (1) assédio moral (1) atualidade (1) aula aberta (2) aula semanal (2) aviso geral (1) bailarina de férias (1) Ballet Cinderella (1) Ballet Clássico (1) Ballet Stagium (1) benefícios da dança (7) Biblioteca Vila Floresta (1) Bienal Ibirapuera (1) Boas festas (1) Brasil! (1) cachê (1) camisetas do curso (1) campanha (2) cata preta (1) cavaleiros do zodíaco (2) cesas (15) Cia Artística Afro Sol (1) ciclos da vida (3) cinema (1) citação (1) coluna do blog (3) Coluna Ensaios (6) Coluna Registro de Atividade (9) comerciais (1) como usar (1) compartilhar (2) comportamento (1) concurso 2014 (1) conhecendo a blogueira (1) contato (7) Copa das confederações (1) coreografias (3) crianças (1) criatividade (1) critica (1) Curso (3) Curso de Dança e Feminilidade (20) curso on-line (1) Cursos 2014 (3) dança (4) dança contemporânea (9) dança conteporânea (1) Dança e Feminilidade (17) Dança Moderna (1) dança na TV (1) data comemorativa (9) data do Lançamento do livro e vernissage (4) datas (1) desafio Méliuz Startup (3) desânimo (1) Despedida (1) Deusa Afrodite (1) dia do bailarino (1) dia dos pais (1) dia dos professores (1) Dia Internacional da Dança (1) dia mundial da dança (1) dificuldades (1) dilemas da profissão (4) Ditadura Militar (1) divulgação (40) dúvidas sobre o vale dança (1) eleições 2014 (3) engraçado (1) Ensaios (3) ensino (1) escola (1) Espaço Shanti (2) Eu Louvo a Dança (1) evento (4) eventos (1) facebook (1) faculdade de dança (4) (1) feira de artesanato (2) FELIZ PÁSCOA (1) feminilidade (1) feminino (1) filme (2) filme de dança (1) final de módulo (1) foto (2) fotos (22) frases engraçadas (1) gosto (1) grupos de dança (2) heroínas (1) história (9) Homenagem (1) HOMENAGEM AO CHAVES (1) homens na dança (1) humor (1) I Workshop de Contemporâneo 2014 (1) II sorteio do blog 2014 (1) III Festival do Livro e leitura de Diadema 2014 (1) impressões (12) In memoriam (1) infra-estrutura (1) inicio de aulas (5) inicio de novo módulo 2014 (1) Inscrições Abertas (1) inspiração (1) leis dos profissionais de dança (1) leitura (2) lembranças (10) link de videos (1) livro (9) livros e filmes (7) manifestação dos bailarinos (1) Manifestação em São Paulo (2) máscaras (1) mercado de trabalho (9) momentos históricos (1) Movimento (1) novidades pessoais (7) novos horários (1) o que é dança? (1) Oficina (3) oficina de ballet (16) onde comprar (1) opinião (4) oportunidades (5) pagamento (2) palco (1) palcos (1) palestra (4) Palestra Dançar a Vida em Santo André (1) Papa no Brasil (1) parceiros do blog (1) páscoa (1) PCN de Dança (1) pensamentos (29) Pesquisa (4) Pós-Graduação em Arteterapia (3) Pré-inscrição de Dança e Feminilidade (1) produtos (1) profissionais de dança (1) Projetos (2) promoção do Blog (1) promoção do Blog 2014 (1) Pronunciamento da Dilma (1) Propagandas com dança (1) próximos eventos (5) público (1) recados (7) reflexão (25) registro (3) registro de atividade (14) regulamento (1) Repertório (1) reportagem da Globo sobre a dança (1) Repúdio ao CONFEF (1) Respondendo uma Tag (1) resultado da promoção do blog 2014 (1) resultado do sorteio de dezembro 2014 (1) resultados (2) retrospectiva 2013 (1) Revelando São Paulo 2013 (1) Roda das Deusas (2) rolezinho (1) sala de aula (1) Santo Agostinho (1) saúde (1) série (3) setembro 2014 (2) site pessoal (1) sobre as manifestações (2) sobre o blog (1) tcc (2) teatro (1) temas (1) trabalho (22) trabalho remunerado (3) trabalhos (1) tráfico de pessoas (1) uniforme (1) vale dança (1) versões (1) vídeos (1) vila linda (1) Violência doméstica (1) Vitória do Brasil (1) Vivência de Dança e feminilidade:Eu-Mulher 2014 (2) Workshop (4)